Orações Adjetivas

Tempo de leitura: 2 minutos

Orações adjetivas, seus tipos e seus sentidos no texto

Orações adjetivas é uma matéria muito importante tanto para a parte gramatical quanto para a parte interpretativa. Hoje ensinarei para você o que é oração adjetiva e seus tipos e também o sentido de cada uma delas.

O que é oração adjetiva?

A oração adjetiva é uma oração que tem a finalidade de qualificar uma outra oração; ela sempre apresenta pronome relativo em sua estrutura: que – quem – onde – qual – cuja… Além disso, só ocorrem orações adjetivas em período composto.

  • O bolo que estava na mesa sumiu agora.
  • O aluno que falou comigo era o mais agitado.
  • Li o livro que ele me indicou ano passado.

Os pronomes relativos fazem a substituição do substantivo anterior, evitando a repetição de termos na construção do período.

Quais os tipos de orações adjetivas?

As orações adjetivas se dividem em dois tipos: explicativa e restritiva. Vamos falar sobre cada uma delas para você entender a diferença.

Oração adjetiva explicativa é aquela que deve apresentar o sinal de pontuação, podendo ser normalmente o travessão ou a vírgula. Ah! Nem sempre precisa está entre vírgulas ou travessões. A função dessa oração é explicar determinado substantivo:

  • O bolo, que estava na mesa, sumiu agora.
  • O aluno, que falou comigo, era o mais agitado.
  • Conversei com o Professor Leo, que é professor de português.

Oração adjetiva restritiva é aquela que não apresenta pontuação antes do pronome relativo; sua função é de restringir determinado termo.

  • O bolo que estava na mesa sumiu agora.
  • O aluno que estuda muito tende a ser aprovado.

Sentido das orações adjetivas

Agora você já sabe o que é uma oração adjetiva e seus tipos. Vamos falar agora sobre o sentido que essas orações podem apresentar nos textos.

Oração adjetiva explicativa: fala de um só termo; é como se houvesse só ele. Sempre que quiser limitar em um ser apenas, você deve usar as vírgulas; caso o termo seja também único, é obrigatório o emprego das vírgulas.

  • O bolo, que estava na mesa, sumiu.
  • Os Estados Unidos, que sofreram o atentado em 2001, estão em guerra.

Havia apenas um bolo, e esse bolo sumiu. Não há outro bolo, compreendeu? Não há outro país chamado Estados Unidos e que sofreu o atentado ao WTC em 2001.

Oração adjetiva restritiva: fala de um termo dentro de um conjunto; é como se houvesse pelo menos dois termos. Sempre que quiser restringir o substantivo, você deve retirar as vírgulas:

  • O bolo que estava na mesa sumiu.

Há mais de um bolo; sumiu apenas o que estava na mesa. Entende-se que há outro bolo em outro lugar. Ficou claro agora? Percebeu que a presença da vírgula pode alterar o sentido das orações adjetivas.

orações adjetivas
Curso de português para concursos públicos

Aprenda sobre as orações coordenadas também e veja o quanto é fácil entendê-las com as dicas do Professor Leo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *